11 de mai de 2016

Resenha O Espetacular Homem Aranha: Negócios de Família


Desde bem jovem eu acompanho as aventuras deste magnífico herói que é o Cabeça de Teia e já li de tudo sobre o Teioso, obras realmente memoráveis como A Ultima Caçada de Kraven e Homem Aranha Nunca Mais e historias que nunca deveriam ter sido publicadas como Um Dia a Mais.


E então, o recente encadernado Negócios de Família está entre as melhores ou piores?
Particularmente não achei uma historia ruim, porém está longe de ser algo realmente primoroso, talvez apenas pela magnifica arte de Werther Dell´edera e pintura de Gabriele Dell´otto , o que já vale a edição.


O vilão como a própria capa sugere é ninguém menos que Wilson Fisk, O Rei do Crime, com mais um plano mirabolante como já é de costume do mesmo, o arco foca mais em Peter Parker e não no Homem Aranha, com exceção dos momentos finais da historia em que o alter ego do herói é mais explorado, com essa premissa fica fácil imaginar que teremos uma ótima historia pela frente.

Contudo, o roteiro de Mark Waid e James Robinson, apesar de tentar abordar algo relevante para o herói, com historias do passado de seus pais e a descoberta de sua identidade secreta, além de uma nova e misteriosa irmã, a trama não tem profundidade suficiente, deixando tudo muito irrelevante sendo isso dito até mesmo pelo protagonista em determinado momento e quando a historia se concluí fica a sensação de que o arco é apenas mais uma HQ mensal do Aranha, sem relevância alguma para o background do personagem.

Então o que se pode concluir é que Negócios de Família é uma HQ razoável que vale mais por sua arte fantástica, o ponto mais alto desta Graphic Novel sem duvidas, que por seu roteiro e que vale apena adquirir apenas se você é como eu, fã do Homem Aranha, caso contrario NÃO é uma das HQs indispensáveis para você ter em sua prateleira.

Negócios de Família foi publicada pela Panini no Brasil com capa dura e papel de alta qualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário